Projeto MusiCâmara recebe Duo Internacional de Acordeons

Ministério da Cultura e a PRESTO Produções e Promoções Artísticas apresentam, Projeto MusiCâmara 2018.

Olivier Forel (Suíça) e Danilo Cruces (Chile) demonstram a universalidade da linguagem musical, sua riqueza e originalidade

 Integrando a Turnê RS-Brasil 2018, o dia 13/9, no  Auditório do Colégio Sinodal, em Portão,  e o dia 14/9, na Igreja do Relógio em São Leopoldo, vão marcar as apresentações de Acordeons em Concerto, com Dos Alpes aos Andes –Duo de Acordeons,  formado por Olivier Forel (Suíça) e Danilo Cruces (Chile).

 Promovido pela Presto Produções e Promoções Artísticas, ambas apresentações serão realizadas às 20 horas, com entrada franca à comunidade em geral.

 

Presto Olivier_Forel_foto_Ireno_Jardim35-300x200
Foto: Ireno Jardim

 

Dos Alpes aos Andes – Duo de Acordeons é formado  por Danilo Cruces (Chile) e Olivier Forel (Suíça).

Os acordeonistas se conheceram  no Brasil,  no III Encontro Internacional de Acordeons do Rio de Janeiro, realizado no Centro Municipal de Referência da Música Carioca Artur da Távola, em outubro de 2017, ocasião que Forel teve sua participação via agenda de Dinorah Araújo Produção Cultural e Assessoria de Imprensa.

O concerto

Olivier Forel e Danilo Cruces, ancorados na sua própria cultura, apegados às raízes,  demonstram a universalidade da linguagem musical, sua riqueza e originalidade.

Cada um em seu universo, com a mesma paixão: o acordeon.

Mostram que para a arte não existe fronteiras, independente do que está de um, ou do outro lado do Atlântico.

Com roteiro e arranjos criados por Danilo Cruces e Olivier Forel, o programa do concerto vai apresentar  tangos, valsas e composições do folclore, música clássica e repertório internacional para acordeon.

Clássicos de autores chilenos, argentinos uruguaios e europeus, incluindo canções dos álbuns En Avant e Buenos SuissAires, de Forel,  formam o roteiro, que apresenta composições de Ástor Piazzolla, Violeta Parra, Víctor Jara, Fito Paez, Rosita Melo, Tony Murena e Olivier Forel.

Turnê RS-Brasil 2018

Em Acordeons em Concerto, Olivier Forel e Danilo Cruces, além de demonstrar a universalidade da linguagem musical e a importância do acordeon, instrumento fabuloso, que conquistou o coração das pessoas nos cinco continentes, busca  também estimular a formação de plateia.

A realização da Turnê RS-Brasil 2018 é assinada por Dinorah Araújo –Produção Cultural e Assessoria de Imprensacom apoio do Instituto Goethe de Porto Alegre, Consulado Geral do Chile em Porto Alegre, Prefeitura Municipal de Neuchâtel (Suíça), e da Prefeitura Municipal de Cochrane (Chile).

Portão, São Leopoldo, Dois Irmãos, Novo Hamburgo, Barra do Ribeiro, Farroupilha e Porto Alegre são as cidades contempladas.

 

Programa do concerto

-Indifférence (T. Murena)

-Libertango (A. Piazzolla)

-La Foule (E. Piaf – versão chilena)

-Yo vengo a ofrecer mi corazon (F. Páez)

-La Jardinera (V. Parra)

-Desde el Alma  (Rosita Melo)

-Misterio y Fuga (Astor Piazzolla)

-Desde el alma – (Rosita Melo

-Charagua (V.Jara)

-En Avant! (O.Forel)

-Adios Noniño (A.Piazzolla)

-Chiquilín de Bachín (A.Piazzolla)

-Un Tango de mas (O.Forel)

 

Presto OLIVIER_FOREL-foto-Cláudio_Etges12-4-200x300
Foto: Claudio Etges

Olivier Forel-Acordeonista, pianista, compositor

Nasceu em 19 de janeiro de 1960,  em Nyon, Suíça, iniciou seus estudos ao piano ainda menino e somente mais tarde dedica-se ao acordeom quando descobre o jazz com Bernard Lubat.

Músico profissional desde 1980, ano em que trabalhou com a Companhia Lubat (Bernard Lubat), no Sudoeste da França.

Contemplado pelo edital da  bolsa de residência artística “Conferência das Cidades  em questão cultural”,  oferecida pela cidade de Neuchâtel, Suíça, entre julho e dezembro de 2015 Forel realizou pesquisa em Buenos Aires que resultou na gravação do CD autoral Buenos SuissAires.

Na Argentina apresentou concertos solo e tocou com o Hot Club de Boedo, liderado pelo maestro Waldo Fonseca, Violentango, El Filón, Gustavo Firmenich e Pablo Foladori.

Olivier descobriu o Brasil por Porto Alegre no primeiro Fórum Social Mundial, em 2001. Desde então, voltou muitas outras vezes porque de norte a sul,  o Brasil o fascina.

Em Porto Alegre, criou com o violonista gaúcho Felipe Azevedo o Duo Identidades, gravaram um CD com apoio das prefeituras de Porto Alegre e Lausana (Suíça), lançado em 2003.

As três turnês realizadas no Rio Grande do Sul foram seguidas por 22 apresentações na Suíça.

Também fez trabalhos com o compositor e intérprete Cláudio Levitan, com o poeta Fabricio Carpinejar no espetáculo Amenas Inferências, dirigido e coreografado pelo jornalista e bailarino e coreógrafo Alecs Dall’olmo, apresentado no Palco Oduvaldo Vianna no 5º.  FSM.

Fez participação especial no show do grupo Bataclã F.C., liderado pelo compositor e vocalista Richard Serraria, no Festival de Música de Porto Alegre, em 2005, ano em que apresentou recital solo no Projeto Petropar no Foyer do Theatro São Pedro e, ao lado de Serraria, Forel ministrou o workshop intitulado “A Memória da Gaita“ no Projeto de Descentralização da Cultura da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre.

Forel aprendeu o português para poder trocar e tocar com os músicos que encontra em Porto Alegre, São Paulo, Recife ou Rio.

Em 2016, Olivier Forel apresentou o show de lançamento do álbum Buenos SuissAires e ministrou masterclass na Oficina de Choro do Santander Cultural de Porto Alegre (RS) e apresentou o show de abertura  do 6º.

Canoas Jazz Festival (RS), ao lado do trombonista Delfeayo Marsalis Quintet (Estados Unidos). Em 2017, apresentou o show de lançamento do álbum Buenos SuissAires no Palco Musical do Café Fon Fon em porto Alegre e no Brazileria, em São Paulo e, representando a Suíça, participou do terceiro Encontro Internacional de

Acordeons do Rio de Janeiro, Brasil, ocasião em que conheceu o acordeonista chileno Danilo Cruces.

Com dois discos solo de composições autorais  En Avant!, lançado na Suíça em 2014 e Buenos SuissAires,  gravado em Buenos Aires em dezembro de 2015 e lançado em 2016 na Suíça, em Buenos Aires (Argentina) e Porto Alegre (Brasil), Olivier Forel contabiliza apresentações na Europa, Cuba, Indonésia, Japão, Austrália, Madagascar, República Centro-africana, Burkina Faso,  Argélia, Marrocos, Brasil, Egito, Colômbia,  Índia, Hungria, Argentina e Sri Lanka.

www.olivierforel.ch

 

Presto danilo_cruces_foto_rodrigo_campusano-300x200
Foto: Rodrigo Campusano

Danilo Cruces – Acordeonista

Natural de Coihaique, XI Región, Sul do Chile, Danilo Cruces nasceu em 1992 e iniciou seus estudos musicais aos seis anos de idade.

Aos nove anos fez sua primeira apresentação em público no Encuentro de Acordeonistas el Baker, em Cochrane, Chile.

Dos 16 aos 19 anos integrou o grupo musical “Los gauchos del Baker”, o qual realizou apresentações locais e em Santiago do Chile.

Participou também do grupo Sandunga de Pioneros. Em 2015 fundou o grupo Danilo Cruces y su conjunto.

Participou do intercâmbio cultural nos Estados Unidos, intitulado: “Patagones por el Cañón de Colorado”, em 2013. Em 2015, participou do Segundo Encuentro Internacional de Acordeonistas, em  Los Antiguos, Provincia de Santa Cruz, Argentina.

Em 2016 ministrou oficina de “Acordeón y música tradicional” nas Escolas  El Blanco y Escuela Rural Valle Simpson, no Chile.

Em 2017 conquistou o segundo lugar no 5º. Concurso Nacional de Acordeón do Chile e é classificado para participar do 67° Trophée Mondial De L’accordéon, a realizar-se na França, sendo também  vice campeão do Sudamericano de Acordeón, Trofeo Sudamericano, San Jorge  Provincia de Santa Fé, Argentina e representa o Chile no

Terceiro Encontro Internacional de Acordeonistas do Rio de Janeiro, Brasil, onde conhece o acordeonista e compositor suíço Olivier Forel.

Em 2018 se apresenta com  “Danilo Cruces y su conjunto”  na 30ª  Edição do Festival de La Voz Chile Chico e na 20ª. Edição do “Encuentro Costumbrista Cochrane 2018,  ambos na XI Region, Chile.

Formação musical – Curso-Masterclass

Danilo Cruces estudou Bateria e Percusão Latina com o professor Joaquín Monsalve Luna (2008); Piano y teoría musical, com o professor Felipe Nahuelpan (2011); Harmonia y Composición Popular com o professor Juan Pablo Aguilera (2015); participou da Masterclass de Acordeon com Frederich Deschamps. (França-2017), e Masterclass  ministrada pelo Maestro Ignacio Hernández (Chile-2017).

www.facebook.com/danilo.cruces

 Serviço

 

13/9 – quinta – 20h – Auditório do Colégio Sinodal – Projeto MusiCâmara – Entrada franca  

           Rua Porto Alegre, 366 – Boa Vista –  Portão

14/9 – sex – 20h – Igreja do Relógio – Projeto MusiCâmara – Entrada  franc

 Rua Osvaldo Aranha, 450 – Centro – São Leopoldo

        

Informações

        Telefone  (51) 91186763-whats –  www.facebook.com/prestoproducoes

MusiCâmara

Com o objetivo de ser um importante elemento na formação cultural da comunidade, o MusiCâmara teve início em 25 de abril de 2008.

Além de proporcionar cultura à comunidade leopoldense, o projeto também atua com um diferencial didático junto aos alunos da rede municipal.

A cada mês um músico vai até uma escola – indicada pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) – com o objetivo de explicar aos estudantes o que será apresentado no concerto, entre compositores, obras e instrumentos.

Com coordenação da cantora e professora de técnica vocal Lúcia Passos e produção cultural de Ailton Abreu, o MusiCâmara é aberto à comunidade geral e estudantes, com entrada gratuita.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (51) 3037-7784 e 9278-5967, pelo e-mail presto.arte@gmail.com.br, pelo site www.prestosl.com.br ou no endereço Rua Lindolfo Collor, 263 – Centro – São Leopoldo/RS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *