Projeto MusiCâmara 2020 abre a Temporada com a Orquestra Sphaera Mundi

Ministério da Cidadania e a PRESTO Produções e Promoções Artísticas apresentam, Projeto MusiCâmara 2020

O Projeto MusiCâmara 2020 vai abrir a temporada com um concerto com a Orquestra Sphaera Mundi. O concerto será no dia 20 de março, sexta-feira, às 20h na Igreja do Relógio, São Leopoldo. No repertório, obras de A. Vivaldi, J. S. Bach, Arvo Pärt e G. F. Tellemann. A temporada contará com uma programação de grande relevância no cenário da música erudita de câmara.

A Orquestra Sphaera Mundi

Um ideal Musical e Filosófico

Inspirada nos ideais de integração do ser humano ao cosmos, abordado nos antigos tratados de música e astronomia, Sphæra Mundi Orquestra acredita que a experiência de assistir a um concerto deve ser transcendental e transformadora, de total conexão com o público.

Conexão com o público

Além da excelência artística, Sphæra Mundi Orquestra preza por uma performance onde o público se sinta integrante do concerto, como um ouvinte ativo, profundamente conectado com a música e com os músicos.

Excelência artística

Um trabalho de alto nível de performance e excelência artística, exaltando a obra dos grandes compositores, desde o período barroco e clássico até estilos contemporâneos, sempre procurando conectar as pessoas com os valores universais e atemporais contidos na música.

Direção Musical

Emmanuele Baldini O consagrado violinista italiano tem atuado como solista e Spalla em grandes orquestras europeias, e na OSESP (São Paulo). Com mais de 30 CDs gravados, ingressa como diretor musical da Sphæra Mundi, elevando o grupo ao cenário internacional das grandes orquestras de câmara.

Sobre o Programa

Neste programa, a Sphaera Mundi Orquestra faz uma conexão da música do passado com a música do presente. A obra “Summa” do contemporâneo Arvo Pärt, oferece uma rica experiência acústica, contemplativa, quase meditativa, seguindo com obras tradicionais do período barroco de J.S.Bach, concerto para violino em Lá menor, e a Suíte Burlesca Don Quixote de G. Telemann. O programa encerra com uma bela surpresa, o resgate da primeira obra polifônica encontrada nas Américas (Perú), de compositor anônimo de 1634, e arranjada para cordas por D. Rojas para orquestra de cordas.

Programa:

– Arvo Pärt  (1935 – ) – “Summa”

– A. Vivaldi (1678 – 1741) – Abertura da Ópera “L’ Olimpiade

– J.S. Bach  (1685 – 1750) – Concerto para violino e orquestra em Lá menor , BWV 1041

Allegro Moderato

Andante

Allegro Assai

Solo: Giovani dos Santos

– G.F. Telemann (1681 – 1767) – “Suite Burlesca de Don Quixote”

Abertura

O Despertar de Quixotte

Seu Ataque aos Moinhos de Vento

Seus Suspiros de Amor pela Princesa Dulcinéia

Sancho Pança

O Galope de Rosinante/Mula de Sancho Pança

O Sono de Quixote

– Anonimo 1634 – Perú (arr: Daniel Rojas).: Hanacpachap Cussicuinin

Serviço:

O quê: Projeto MusiCâmara

Quando: 20 de março, sexta-feira, 20H
Onde: Igreja do Relógio – Rua Osvaldo Aranha, 450 – Centro – São Leopoldo

Entrada franca

MusiCâmara

Com o objetivo de ser um importante elemento na formação cultural da comunidade, o MusiCâmara teve início em 25 de abril de 2008.

Além de proporcionar cultura à comunidade leopoldense, o projeto também atua com um diferencial didático junto aos alunos da rede municipal. A cada mês um músico vai até uma escola – indicada pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) – com o objetivo de explicar aos estudantes o que será apresentado no concerto, entre compositores, obras e instrumentos.

Com coordenação da cantora e professora de técnica vocal Lúcia Passos e produção cultural de Ailton Abreu, o MusiCâmara é aberto à comunidade geral e estudantes, com entrada gratuita.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (51) 3037-7784 e 91186763, pelo e-mail contato@prestosl.com.br, pelo site www.prestosl.com.br ou no endereço Rua Lindolfo Collor, 263 – Centro – São Leopoldo/RS.