MusiCâmara apresenta Lux Sonora

O Ministério da Cidadania e a Presto Produções e Promoções Artísticas apresentam o Projeto MusiCâmara.

O grupo Lux Sonora traz ao MusiCâmara o Concerto “l’ispirazione barocca”, apresentando um repertório do período barroco, incluindo compositores como Tellemann, Vivaldi e Monteverdi, dentre outros. Com 10 integrantes, o grupo conta com uma formação de flautas, fagote, violinos, viola, contrabaixo e canto.

Os concertos ocorrem nos dias 17 de outubro, quinta-feira, às 21h, no Auditório do Instituto Federal Sul-riograndense – Campus Sapucaia do Sul; no dia 18 de outubro, sexta-feira, às 20h na Igreja do Relógio, São Leopoldo, ambos com realização da Presto – Produções e Promoções Artísticas. Entrada Franca.

O CONCERTO L’ISPIRACIONE BARROQUE


“L’ispirazione barocca” é mais um concerto temático dentro da série “ANO LUX” do Lux Sonora, trazendo diferentes formas marcantes de composição onde teremos a escrita contrapontística, danças, árias virtuosas e os elegantes concertos de câmara advindos dos maiores centros da composição.


Abordando o barroco francês com toda a pompa e refinamento de Lully, o barroco italiano com melodias energéticas e muito bem declamadas com Monteverdi, Vivaldi e o barroco alemão com todo seu drama e seriedade.

PROGRAMA

Overture , TWV 15:a3 em Lá menor- G.P Telemann(1681-1767)

– Ouverture

– Les Plaisirs

– Loure

– Furies

– Rigaudon I/II/III

– Menuet

– Les Matelots

– Gigue angloise

– Rondeaux

– Hornpipe

Nulla in mundo pax sincera , Moteto RV630 – AntonioVivaldi ( 1678-1741)
– Larguetto – Canto Dêizi Nascimento

Si Dolce E’l Tormento, SV332 – C. Monteverdi (1567- 643)
Canto Cuca Medina

Concerto para 3 violinos em FáM , TWV 53:51 – G.Ph. Telemann

– Allegro

-Largo

-Vivace

Ópera Rinaldo – George Frederic Handel (1685-1759)
Furie Terribili- Canto Dêizi Nascimento

Le Nuove Musiche -Giulio Caccini(1551 – 1618)
Adaptação: Elizander Dutra
– Amarilli mia bela – Canto Cuca Medina e Dêizi Nascimento

Che Si Può Fare , Opus 8 – B. Strozzi (1619-677)

Canto Cuca Medina

Ópera Armide– J. B. Lully (1632-1687)
Les Plaisirs ont choisi pour asile – Passacaille

LUX SONORA

O Lux Sonora tem a proposta de resgatar o repertório de câmara dos séculos XVI a XVIII, utilizando a instrumentação moderna para a performance, tendo a música acima de qualquer paradigma, sem perder a estética, além de pesquisas feitas até o presente momento.


O Lux Sonora traz em seus concertos obras do período barroco, período que inicia em meados do século XVI até meados do século XVIII marcado pela crise dos valores renascentistas, gerando uma nova visão de mundo através de lutas religiosas e dualismos entre o espírito e a razão o que reflete diretamente na música onde podemos destacar o seu apogeu tanto em profundidade estética quanto na elevação da técnica do contraponto com Johann Sebastian Bach.

O repertório faz uma imersão aos compositores do início do período onde vamos ter muito presente a escrita contrapontística, cânones, danças e música incidental onde destacamos os compositores Telemann, Corelli, Bárbara Strozzi, Purcell entre outros.

O trabalho tem a direção artística de Rafael Marques e sendo composto pelos seguintes instrumentistas: Bruno Santos (Flauta Doce), Danielle Chaves (Flauta Doce), Elizander Dutra (Fagote), Priscila de Souza (Viola), Rayssa Cruz (Violino), Rafael Marques (Flauta Transversa), Luis Guerin (violino), Luiza Prohmann (contrabaixo), Lais Roman (violino), Cuca Medina (canto) e Dêizi Nascimento ( canto).

Direção Artística: Rafael Marques

Bacharel em Música sob a orientação de Leonardo Winter pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atualmente é mestrando em Música (Práticas Interpretativas), no Programa de Pós-graduação em música na UFRGS.


Foi instrumentista no Conjunto de Câmara IPDAE, sob a regência de Wenceslau Moreyra, atualmente participa da Orquestra de Flautas Transversas IPDAE, Orquestra de Sopros Eintracht, Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo e do Lux Sonora.


Formado na Escola de Música do IPDAE na classe de Flauta Transversal com o professor Ademir Schmidt, Teoria – Percepção e Canto Coral com Deisi Coccaro, participando da Orquestra de Flautas Transversas IPDAE, sob a coordenação de Ademir Schmidt, também fez parte da Orquestra Jovem IPDAE sob a direção de Rosângela dos Santos participando da gravação do CD “Sinfonia da Lomba”. Passou no concurso jovens solistas, da Orquestra de Câmara FUNDARTE de Montenegro, sob a regência de Antônio Borges-Cunha. Vencedor do I Concurso ” Melhor Jovem Flautista” realizado pelo VII encontro de flautistas do RS.

Já participou de vários festivais onde participou de oficinas com Valentina Daldegan (Curitiba), Rodrigo Carraro (Porto Alegre), Raul Costa D’ávila (UFPEL), Arthur Elias Carneiro ( OSPA), Maurício Freire (UFMG), Fernando Pacífico (UFMG), Rogério Wolf (SP), Alexandre Eisenberg (UFSM), João Batista Sartor (UFSM), Nicole Esposito (U.S.A), Ranson Wilson (U.S.A), Andres Ljungar-Chapelon (Suíça), Jéssica Dalsant (Itália), Cristhoph Hartmann ( Oboé, Filarmônica de Berlim), Martin Kuuskmann ( Fagote, Estônia) Christine Erlander Beard (University of Nebraska), Elena Cecconi (Itália), Claudia Ribeiro do Nascimento (OSESP),Ayres Potthoff (IPA), Adriana Ferreira ( Portugal) , Antônio Carlos Guimarães (UFSJ), Lúcia Carpena ( UFRGS) ,Sarah Hornsby ( EMESP) e Hans Joachim Fuss ( Alemanha).

Foi bolsista de Iniciação Científica BIC UFRGS na pesquisa “Poema para flauta e piano de Bruno Kiefer, uma análise contextual sobre a peça” sob a orientação do Dr. Leonardo Winter.

SERVIÇO



17/10 – Projeto MusiCâmara – Auditório Instituo Federal Sul-riograndense – IFSUL – Campus Sapucaia do Sul – 21h – Entrada franca
Avenida Copacabana, 100 –– Bairro Boa Vista – Portão

18/10 – Projeto MusiCâmara –Igreja do Relógio – 20h – Entrada franca
Rua Osvaldo Aranha, 450 – Centro – São Leopoldo

Informações: Telefone (51) 91186763-whats e (51) 30377784
https://prestosl.com.br
https://www.facebook.com/prestoproducoes

Saiba mais sobre o Projeto MusiCâmara
Com o objetivo de ser um importante elemento na formação cultural da comunidade e contribuir na valorização da música erudita, o MusiCâmara teve início em 25 de abril de 2008.
Além de proporcionar cultura à comunidade, o projeto também atua com um diferencial didático junto aos alunos da rede municipal. A cada mês um músico vai até uma escola – indicada pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) – com o propósito de explicar aos estudantes o que será apresentado no concerto, entre compositores, obras e instrumentos.
O MusiCâmara, que é aberto à comunidade em geral e estudantes, tem coordenação da cantora e professora de técnica vocal Lúcia Passos e produção cultural de Ailton Abreu.
Para mais informações, o contato pode ser feito com a PRESTO Produções e Promoções Artísticas, pelos telefones (51) 3037-7784 e 9278-5967,
pelo e-mail presto.arte@gmail.com.br, pelo site www.prestosl.com.br ou no endereço Rua Lindolfo Collor, 263 – Centro – São Leopoldo/RS.